James Franco vai interpretar Michael Glatze, famoso ex-gay americano.

james-francoSe existe o chamado “mimimi” quando aparece um personagem homossexual ganhando destaque em novelas entre os cristãos, o “mimimi” não é menor quando aparece alguém dizendo que deixou a homossexualidade, a descrença e revolta é grande entre aqueles que não aceitam essa possibilidade, basta ler os comentários nos sites que divulgaram primeiro pra sentir.

Imagina quando for para o cinema, como veremos em breve, por meio do Filme “Michael”, que será interpretado pelo ator James Franco (Homem Aranha, 127 Horas, Planeta dos Macacos) que irá contar a historia do jornalista Michael Glatze, um conhecido defensor da homossexualidade, que chegou a editar uma revista dirigida aos homossexuais mais jovens.

Segundo informações da web (Wikipédia) o Michael Glatze nasceu em Olympia, capital do estado de Washington, nos Estados Unidos. Sua mãe era uma mulher cristã e seu pai, agnóstico. Aos treze anos, Michael perdeu seu pai, vítima de uma doença cardíaca, e sua mãe faleceu quando ele tinha dezenove anos de idade. Glatze afirmou que ele experimentou um ambiente hostil ao cristianismo na faculdade. Aos vinte anos, quando ele se “se apresentou como gay” foi que ele foi reconhecido como parte da comunidade.1 Glatze obteve seu diploma de bacharel em Dartmouth College, onde se especializou em literatura inglesa e escrita criativa.

Enquanto trabalhava para a revista gay XY de São Francisco, Glatze conheceu Benjie Nycum, com quem teve um relacionamento por dez anos. Mais tarde, eles fundaram a sua própria publicação, a Young Gay America, direcionada para homossexuais masculinos jovens.

Descontente com a sua situação, Glatze procurou alguma resposta no taoísmo, no budismo, em leituras hinduísmo e do cristianismo. Segundo ele declarou, sua transformação se deu através de Jesus Cristo e começou em 2003 ao se voltar para a Bíblia2 . Em meados de 2005, Michael Glatze ele declarou ter desistido do estilo de vida homossexual, o qual ele classifica hoje como “errado e imoral”3 . Em 2007, ele foi batizado na A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Porém, no mesmo ano, ele teria saído do mormonismo afirmando estar passando por um processo. Michael Glatze recebeu apoio de Matt Barber da organização Concerned Women for America. Ele próprio prefere não ser identificado como um ex-gay, mas como alguém que encontrou sua sexualidade em Deus.

glatze-benMichael-and-Rebekah-Glatze-marriedO filme com certeza deve chamar a atenção, especialmente no Brasil que vive “respirando” o tema, e o mesmo ainda vai ter no elenco Zachary Quinto (Além da Escuridão – Star Trek), que fará o ex-namorado de Michael, Emma Roberts (Pânico 4), que viverá a atual namorada do Michael, e Chris Zylka (The Leftovers).

O filme ao que parece teve seu roteiro baseado no artigo “My Ex-Gay Friend” publicado no The New York Times.

O artigo fala da amizade entre o articulista e o Michael Glatze, falando de sua mudança de vida e postura junto a comunidade gay.

O artigo é bem interessante, o filme com certeza vai causar muita discussão ainda. Até o momento não foi divulgado dadas de lançamento. Até os próximos capítulos! rsrsrsrsrs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s