E dá pra separar?

“… Para onde me irei do teu Espírito, ou para onde fugirei da tua presença?”
Salmos 139:7

Uma das coisas mais curiosas que escuto atualmente das pessoas que professam a fé cristã é a expressão “Eu sei separar”, quando as mesmas precisam explicar algumas atitudes “estranhas” que tomam devido ao seu trabalho ou negociações financeiras.

Como exemplo, cito comentário recentemente publicado pelo site o Verbo, o comentário é da modelo Stéphannie Oliveira, filha do ex-jogador Bebeto, assim como o pai que é evangélico, a modelo também se apresenta como tal, mas estranhamente, ao ser convidada para fazer um ensaio sensual, para a Revista Vizoo; que a mesma aceitou; e ao ser questionada sobre a possibilidade de posar nua disse que: “Encara esse trabalho com naturalidade”.  “Acho que é preciso separar a nudez de algo sexual. Não faria nada vulgar” e ainda diz: “Às vezes, o pastor reclama, mas é trabalho, sei separar”.

Não questiono a profissão de modelo, pelo contrário, quero refletir sobre a opinião que a mesma expressou nesse caso, ao demonstrar naturalidade em possivelmente posar nua, respeito à opinião de qualquer pessoa, e seu direito de expor essa opinião, assim como pretendo expor a minha, meu questionamento é com relação à falta de coerência entre o que se diz crer, e o que você faz (ou estar pronto a fazer).

Eu tenho achado engraçado como tem crescido o numero de “cristãos” que se dizem seguidores de Cristo, que dizem crer na Bíblia, mas com suas palavras ou atos negam a mensagem que a Bíblia prega. Pergunto-me como as pessoas conseguem esse “milagre” de separar algo inseparável.

Na Bíblia a expressão “Separar” é usada de forma completamente especial, Deus quando usa essa expressão ou seus sinônimos, incentiva a separação do regime mundano, para dedicar-se a fazer a vontade dEle.

Nós somos separados para fazer a sua obra na terra “Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado” Atos 13:2 , para viver em santidade de vida, em pureza “Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei;” 2 Coríntios 6:17, pois a própria palavra santificação, significa separação, mas claro que isso não significa separação do mundo, mas ser separado para Deus. O próprio Jesus ao orar diz: “Não rogo que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno” e ainda diz mais “Eles não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade”. João 17:15-17.

Não somos chamados para vivermos separados das pessoas, afastados de quem quer que seja, que pense ou tome decisões diferentes do que cremos, somos chamados sim, e separados sim, para fazer a vontade de Deus, apresentada na sua Palavra.

Atualmente, parece que ser seguidor de Cristo é apenas para algumas “situações e momentos”, tipo, para Igreja durante o culto, para grupo de discipulados, resumindo, para quando estiver perto de irmãos da mesma fé.

Ser seguidor de Cristo não é algo que só faz parte do Cristão, é o que ele É, é o que o move. Ele não consegue ser MENOS cristão ao estar entre pessoas que não tem a mesma fé que ele tem, ele pode não ficar falando de Cristo o tempo todo, pode não ficar atirando pra todo lado com sua pregação “Jesus te ama e quer te salvar”, mas suas atitudes e decisões em qualquer lugar, ou em qualquer situação, serão pautadas na vontade de Deus, expressa nas Escrituras Sagradas. Seu SIM ou NÃO, irá revelar que tipo de pessoa/cristão ele é. Só que não é isso que vemos atualmente, as “concessões da fé” são diárias e constantes para muitos que agora se dizem “cristãos”.

Quando leio “Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus”. (1 Coríntios 6:20) não compreendo como se pode separar nosso corpo da adoração a Deus na concepção dessas pessoas, quando a própria Palavra de Deus, mostra que essa é a vontade dEle “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” 1 Coríntios 6:19 e ainda “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. Romanos 12:1

A adoração a Deus é consciente, é racional, muito diferente do que é praticado em alguns lugares atualmente, e essa adoração se revela pela pratica de atitudes que refletem nossa ligação com Cristo, com sua vontade e santidade em nossas vidas. Eu não consigo ver a pratica da santidade expondo meu corpo para que homens em diversas partes do país sejam estimulados a pensar em sexo “…mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento;” 1 Pedro 1:15

Tirar vantagem de uma situação, agir como se não tivesse outra opção, ou ainda aceitar tudo só pra ser “politicamente correto” não condiz com a Palavra de Deus e por isso mesmo com sua vontade.

Devemos lutar por viver o evangelho autêntico, simples, sem máscaras, sem nos preocupar em agradar aos que estão ao redor, pois como bem disse Paulo “Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo” Gálatas 1:10.

Que possamos a cada dia buscar fazer a vontade de Deus com nosso corpo, trabalho e tudo o mais que ele nos colocar pra fazer.

Que o Senhor nos abençoe.

***

🌟Curta o Blog Michelle Ramos no Facebook clicando aqui.

🌟Inscreva-se no Vlog da Michelle Ramos clicando aqui.


5 comentários sobre “E dá pra separar?

    1. Que bom que o texto ficou claro para você Peterson! Quando aprendemos o que realmente significa “separar” na visão de Deus tudo o mais flui com facilidade e crescemos espiritualmente🙂

  1. Michelle,
    Fizeste uma análise com muita coerência(para mim que te conheço pessoalmente e um pouco através da tua linha ideológica, não é novidade) ao falares do “MILAGRE DO SEPARAR”: Maravilhosa temática para o mundo conteporâneo(E PARA DESDE QUE O MUNDO É MUNDO). Sabemos que existem aqueles que se confessam “saber separar” expondo suas verdades, tal a modelo ao dizer-se cristã, trabalhando com a nudez corporal , existem também aqueles que se dizem “cristãos” dissimulando em expressão verbal ou corporal no Templo , junto aos “Irmãos” ou em qualquer lugar que lhes seja conveniente. Conveniente para quem ou o quê? Continuar sendo O “Pastor da Igreja”? Ouvir a referência de que: ” _Ele é um ‘SEPARADO’ do mundo”? Talvez para algumas “inocentes” ovelhas que a tudo dizem AMÉM continuem sendo “SEPARADOS”, mas para o TODO ONISCIENTE??? Quanta gente “com máscaras” diante do TODO ONIPRESENTE, deixando claro que a mim não cabe julgar?…
    …………………………………..
    SENHOR, continuo na minha condição de simplesmente HUMANA, buscando a cada segundo, quer através de Estudo Bíblico, orações… Quer através do dobrar meus joelhos, expondo minha face diante de ti e te pedindo humildemente:Fortalece-me mais e mais pela tua misericórdia, porque é através de TI que acredito no parar dos meus tropeços para eu vir a ser SEPARADA PARA DEUS!
    CONCLUO COM AS TUAS PALAVRAS, CARA MICHELLE:
    “Que possamos a cada dia buscar fazer a vontade de Deus com nosso corpo, trabalho e tudo o mais que ele nos colocar pra fazer.”
    AMÉM!
    Um grande abraço para a Amiga/Discipuladora.
    Graças Silva
    Graças Silva
    marianicasilva@gmail.com

  2. É vero, Michelle. Nosso esforço deveria ser para alinhar nossa vontade com a do pai, e não para nos separar dela. Essa esquizofrenia gospel é fruto da religiosidade, que ensina que o povo só é crente em ambiente crente. Fora isso, é mundano, um camaleão. eu comecei a assumir minha postura cristã no trabalho como artista plástica na exposição Einheit, onde fiz uma exegese de Genesis 3, passando por pensadores como Nietzsche, Marx, Freud, Bauman e trouxe pros dias de hoje, focando no tema alienação. O resultado foi bom, as pessoas viram como a Bíblia pode ser não apenas atual, mas á frente dos dias de hoje, nessa babilônia moderna.
    O link da expo está aqui: http://www.lyaalves.blogspot.com/2010/09/kultur.html
    Abraço.
    Paz e tinta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s