Haiti – Governo Pernambucano decreta luto oficial pela morte de Sargento

Segundo as informações que vi no pe360graus, muitas famílias brasileiras que possuem parentes no Haiti, ainda estão sofrendo muito pela falta de notícias ou até nenhuma sobre seus familiares. A redação comenta o caso dos familiares do tenente Ricardo Couto e do sargento Rodrigo Queiroz, pernambucanos presentes na tragédia.

O major Robson Couto, irmão de Ricardo, falou com ele pela última vez na tarde da quarta-feira (13). O tenente disse que estava bem, mas ainda muito abalado pelo o que aconteceu e com tudo que está presenciando.

Em sua página de relacionamento virtual, o tenente publicou um desabafo: “que Deus me ajude e que vocês me dêem forças para isso… Nunca passei nada parecido em minha vida, estou estarrecido, o mundo balançou a minha volta e a sensação é terrível.”

Segundo Robson, o irmão reclamou das condições do resgate local, muito carentes, e que não há material adequado nem pessoal especializado suficiente.

A família do sargento Rodrigo Queiroz também aguarda notícias dele. O militar trabalha no Batalhão de Infantaria da cidade de Campinas, em São Paulo, e está no Haiti desde julho do ano passado. A última vez que a família falou com ele foi antes do terremoto.

LUTO OFICIAL EM PE

O Governo Estadual decretou luto oficial de três dias em Pernambuco pela morte do sargento Davi Ramos de Lima, 37 anos, nascido em Garanhuns. “Em nome do povo pernambucano, quero demonstrar minha solidariedade ao povo do Haiti na hora em que uma catástrofe de grandes proporções se abate sobre este já tão sofrido País. Também aproveito para tranqüilizar a família de Davi e dizer que o Governo de Pernambuco oferecerá todo o suporte necessário neste momento de dor”, disse o governador Eduardo Campos, em nota oficial.

CRUZ VERMELHA

Segundo a CBN a Cruz Vermelha estima que o número de mortos no Haiti pode chegar a 50 mil, Segundo a entidade, há três milhões de feridos ou desabrigados. A dificuldade na comunicação ainda é um dos grandes obstáculos para se obter informações mais exatas no Haiti. O Exército brasileiro confirmou a morte de 14 militares, o que eleva para 15 o número total de brasileiros mortos na tragédia. Quatro militares ainda estão desaparecidos.

COMO AJUDAR

Na avaliação do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, no momento não há condições de organizar doações de alimentos, água, roupas ou outros materiais para enviá-los ao Haiti. A melhor forma de ajudar o Haiti neste momento é por meio de doações de qualquer valor

Embaixada da República do Haiti
Banco: Banco do Brasil
Agência: 1606-3
CC: 91000-7
CNPJ: 04170237/0001-71

Comitê Internacional da Cruz Vermelha
Banco: HSBC
Agência: 1276
CC: 14526-84
CNPJ: 04359688/0001-51

Movimento Viva Rio
Banco: Banco do Brasil
Agência: 1769-8
CC: 5113-6

CNPJ: 00343941/0001-28

ActionAid
As doações pode ser feitas pelo Apelo Haiti: 0300 789 8525.
Informações sobre brasileiros: (61) 3411-8803/8805/8808
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s